Valores

10 diferenças entre paternidade sábia e paternidade protetora


existir muitos tipos de famílias e tantos estilos parentais quantos forem os tipos de família. Sem dúvida, todos os pais procuram educar seus filhos da melhor maneira possível. E todos nós cometemos erros. No entanto, existem algumas diretrizes básicas que beneficiam as crianças, e chamaremos esse tipo de educação de pais sábios.

Você quer saber em que consiste? Quais são essas diretrizes educacionais básicas? Eles são o oposto do modelo de educação baseado na superproteção. Aqui estão até 10 diferenças entre pais sábios e pais protetores.

Alguma vez ouviste de pais sábios? É aquela educação baseada na melhoria da autonomia e independência dos filhos. Pretende-se com isso valorizar as suas competências, consciências e melhorar a sua autoestima, pilar fundamental para que possam realizar tudo o que se propõem.

Porém, paternidade superprotetora É aquela que se baseia na proteção da criança e na resolução de todos os problemas para que ela não cometa erros, se machuque ou sofra alguma frustração. Uma educação que acaba impedindo a autonomia da criança.

Porém, uma criança mais autônoma e independente está mais bem preparada para aprender, absorver novos conhecimentos, enfrentar mudanças e desafios ... daí a importância de criar nelas maior autonomia desde muito cedo. Diante desse tipo de educação, há uma baseada na superproteção e na desconfiança. Aqui estão as 10 diferenças básicas entre pais sábios e pais protetores:

1. 'Confiança nas crianças' vs 'Desconfiança'. Enquanto na paternidade sábia, os pais oferecem aos filhos desafios e tarefas sem supervisionar constantemente o que eles fazem, os pais superprotetores serão incapazes de se afastar enquanto seus filhos realizam uma tarefa sem olhar ou olhar ... e até mesmo terminar o dever de casa. Por exemplo, imagine que você pede ao seu filho de 9 anos para lavar a louça ... Enquanto pais inteligentes farão outras tarefas, totalmente confiantes de que seu filho lavará bem a louça, os pais superprotetores desconfiarão e ficarão atentos para ver se ele os esfrega direito ou eles têm que repassar o que ele fez.

2. 'Eles podem alcançar o que se propõem' vs 'Eles podem alcançar o que propõem'. Família sábia é aquela que se dedica muito a melhorar a autoestima de seus filhos, pois está convicta de que o mais importante para que seus filhos atinjam suas conquistas é que acreditem que podem fazer o que lhes propõem, e que eles podem fazer isso sozinhos, sem a ajuda de outras pessoas. As famílias mais típicas acreditam que seus filhos podem alcançar o que desejam com esforço, mas aquela 'nuance' que acrescenta uma educação sábia no final está faltando ... 'conseguir o que eles propõem para si mesmos'. Ou seja, a parentalidade sábia, nesse sentido, acredita em maior autonomia dos filhos para que tenham consciência de que podem realizar conquistas por si próprios.

3. 'Esforço e perseverança' vs. 'É devido à falta de maturidade'. Quando você aprende algo novo, o mais normal é que não vai bem desde o início. Mais ainda, crianças pequenas, que começam do zero e ainda com habilidades físicas em desenvolvimento. Imagine que seu filho está aprendendo a amarrar o cadarço. A família baseada na educação tradicional explicará carinhosamente ao filho que nada acontece porque não dá certo, porque ainda é pequeno, e a mãe ou o pai acabam terminando a tarefa de amarrar o cadarço. No caso da família sábia, os pais vão insistir para que o filho tente novamente e vão explicar, pacientemente, que os objetivos são alcançados por meio de tentativas e mais tentativas e que eventualmente um dia ele terá sucesso. E antes de ajudar, eles vão deixar você tentar algumas vezes.

4. 'O importante é que eles se divirtam' vs 'Você pode se divertir, mas sem se sujar'. A obsessão de muitos pais com a limpeza faz com que seus filhos não gostem de brincadeiras ao ar livre, como pular livremente em escorregadores, pular em poças ... A sábia família entende que as crianças devem se sujar e não se importam com as manchas.

5. 'Deixe-os jogar e pular o que quiserem' vs 'Calma agora e pare de correr'. As crianças são inquietas por natureza, mas algumas têm muita energia, tanto que alguns pais ficam exaustos e decidem 'parar' os filhos com as frases típicas: 'pode ficar quieto agora?' 'Pare de correr!'. Se eles não incomodam ninguém com sua atividade excessiva, por que interrompê-los? Pais sábios os deixam correr o tempo que quiserem, até que acabem.

6. 'Aceito alguma desordem' vs 'Sem desordem'. É verdade que você deve educar seus filhos para serem ordeiros, mas sem se tornarem obcecados. Quando uma criança brinca, é normal que tire todos os brinquedos. Os pais sábios deixam a liberdade de seus filhos bagunçarem e depois os encorajam a coletar tudo, enquanto os pais superprotetores não os deixam com a liberdade de bagunçar qualquer coisa evitando que 'eles são os que pegam tudo depois'.

7. 'Mais liberdade razoável' vs 'Menos liberdade e mais restrições'. Os pais sábios dão aos filhos maior liberdade, mas desde que não ultrapassem os limites, como o respeito. Os pais mais superprotetores geralmente são também os mais rígidos. Em sua casa, regras e restrições infinitas prevalecem.

8. 'Acredite no autocontrole da criança' versus 'Apenas as punições funcionam'. Os pais sábios confiam no autocontrole do filho e preferem não punir, mas estabelecer certas regras que ajudam a criança a pensar nos outros. Em famílias superprotetoras, são tantos os limites e normas que o castigo é muito usado.

9. 'Os pais são os que orientam a criança' vs 'Os pais são os chefes'. Você pode não notar a diferença entre as duas afirmações, mas há: no primeiro caso, os filhos sabem que os pais estão acima e os veem como uma referência a seguir, enquanto no segundo caso, é mais um 'poder por dominação. ' Nesse caso, os filhos entendem que os pais são os patrões, estabelecem uma série de regras e devem ser seguidas.

10. 'Sim para elogiar' vs. 'Não exagere com elogios'. É verdade que existe uma escola moderna de psicologia que argumenta que o elogio excessivo pode criar uma criança narcisista, mas os pais sábios, no entanto, se orgulham de cada conquista de seu filho e não hesitam em elogiá-lo por isso.

Você pode ler mais artigos semelhantes a 10 diferenças entre paternidade sábia e paternidade protetora, na categoria de Educação Presencial.


Vídeo: 38 Fatos Sobre O Corpo Feminino, Que Não Consigo Mais Tirar Da Cabeça (Dezembro 2021).