Lactância Materna

A importância das mamadas noturnas para o bebê e para a mãe


As mamadas noturnas são necessárias para o desenvolvimento do bebê? Muitas mulheres fazem essa pergunta com o passar dos dias e semanas depois de se sentirem exaustos com o novo papel de mãe que têm que enfrentar. A ansiedade de querer fazer tudo certo faz com que as horas de sono sejam escassas e eles pensam em procurar uma alternativa para dormir um pouco mais à noite. O que dizer a essas mães? Que com certeza estão indo muito bem e que, definitivamente, sim, as mamadas noturnas são necessárias para o bebê e ainda mais nos primeiros meses de vida da criança

Nas primeiras semanas de vida, o estômago do bebê é muito pequeno, por isso ele precisa mamar em pequena quantidade e muitas vezes, em média, a cada 2 ou 3 horas, independentemente de ser dia ou noite, embora cada possui relógio biológico próprio e essa média não deve ser considerada uma norma. É muito importante ter isso em mente e aceitar que, no início, esse controle é do bebê e tudo depende do período de tempo em que ele se sente saciado.

Outro elemento muito importante a se levar em consideração é que tentar distanciar as mamadas em idade tão jovem pode causar hipoglicemia no bebê, portanto, principalmente à noite, é necessário oferecer-lhe sua alimentação para mantê-lo hidratado e equilibrado em seus nutrientes, principalmente, em seus níveis de glicose. Embora a partir da terceira semana, seu corpo adquira uma capacidade maior de armazenar glicose e reduza esse risco, mas isso não é motivo para eliminar as mamadas noturnas.

Aqui estão sete razões pelas quais você deve amamentar seu filho à noite, faça isso por ele, mas também por você!

1. Durante a noite, mudanças fisiológicas ocorrem no leite materno, que beneficiam tanto o bebê quanto a mãe.

2. Entre 2 e 6 da manhã aparecem os níveis mais elevados de prolactina, hormônio responsável pela produção do leite. A sucção do bebê nessas horas estimula esse hormônio, causando produção de leite é aumentada e assegurar que o bebê tenha à disposição a quantidade que demanda não só naquele horário, mas também ao longo do dia seguinte.

3. Por outro lado, por ter uma maior produção de leite, Será mais fácil para o bebê extraí-lo sem maiores inconvenientes.

4. Da mesma forma, à noite, a produção de triptofano e melatonina aumenta, ambos atuando como reguladores do sono, permitindo que o bebê e a mãe se sintam mais calmos e durmam melhor após a mamada noturna.

5. A produção de ocitocina também aumenta, facilitando o sono profundo, o que gera maior descanso e relaxamento.

6. Além desses grandes benefícios, a alimentação noturna favorece um maior vínculo emocional entre mãe e filho, graças aos abraços frequentes e ao contato com a pele, que geram maior confiança e segurança tanto no bem-estar do bebê.

7. As mamadas noturnas também ajudam a prevenir obstruções nos seios, produto do acúmulo de leite que não é sugado ou extraído em longos intervalos entre as mamadas, causando aumento de seu tamanho e causando dor, o que causará desconforto nas mamadas seguintes. A sucção do bebê esvazia os ductos mamários, evitando restos que podem se tornar agentes infecciosos.

Como vocês podem perceber, além dos benefícios, são necessárias as doses noturnas, então, mamães, paciência, o tempo passa rápido.

Você pode ler mais artigos semelhantes a A importância das mamadas noturnas para o bebê e para a mãe, na categoria Amamentação Presencial.

Vídeo: Como desmamar a criança com apenas duas atitudes. (Outubro 2020).