Lactância Materna

Comida para mamãe e bebê em amamentação no inverno


Com a chegada do inverno, o gasto calórico das mães que amamentam aumenta. Além da energia que usa para a produção de leite, o corpo necessita de calorias adicionais para manter sua temperatura e condições corporais em condições ideais. Além disso, as mulheres devem fortalecer seu sistema imunológico para combater os riscos das doenças que acompanham o resfriado dessa época: resfriados, amigdalites, faringites, bronquites e outros "itis". Tudo isso é alcançado por meio de uma dieta saudável e balanceada: alimento para mãe e bebê durante a amamentação de inverno.

Essas necessidades adicionais de que falei não devem nos levar a comer mais, porque o metabolismo também fica lento. Simplesmente, devemos fazer algumas mudanças na dieta para manter nossas necessidades nutricionais e de nosso bebê cobertas.

Uma recomendação geral é sempre preferir os produtos da estação climática em que nos encontramos. Será o momento em que esses produtos terão as melhores condições de consumo (aparência, cor, sabor), encontrando uma maior variedade e oferta no mercado, por isso também a preços mais acessíveis.

É um bom momento para consumir alimentos quentes, que são muito cozidos, como sopas e caldeiradas de carnes e legumes, por exemplo. As sopas, principalmente, são muito populares no inverno, pois hidratam e ajudam a manter a temperatura corporal.

Nesse momento, você sente menos sede e tende a beber pouca água. Prepare cremes com vegetais ou vegetais, você pode escolher um a cada dia, para que não se torne tedioso ou faça combinações ricas. Melhor se você adicionar grãos ou alguma carne, você terá uma contribuição extra de proteína e eles realçarão seu sabor.

A cenoura é rica em vitamina A e beta-caroteno, importantes para a saúde ocular e o sistema cardiovascular. A batata é um excelente carboidrato que também fornece vitamina C, cálcio, magnésio e fósforo. Pela diversidade de formas de preparo, é uma ótima guarnição no seu prato, você pode cozinhar no vapor, fazer purê, assar, refogar ou adicionar a um guisado. A abobrinha também é muito favorável para aumentar as defesas do organismo e proteger os sistemas nervoso e digestivo, sendo uma importante fonte de fibras, ácido fólico, ferro, magnésio, potássio e vitaminas A e C.

Os vegetais de folhas verdes (agrião, acelga, espinafre) são ricos em ferro, ácido fólico, vitaminas A, C e K, combatem a anemia e reduzem o risco de diabetes tipo 2. São ricos em fibras, melhorando o trânsito intestinal e fortalecendo o sistema cardiovascular, contribuindo para a formação de glóbulos vermelhos e brancos.

Carne, peixe e marisco, laticínios e ovos são excelentes alternativas para comer proteínas de boa qualidade. Combinados com um bom carboidrato, aumentam seu valor calórico. Os peixes e mariscos também fornecem ácidos graxos ômega 3 e são necessários para o bom desenvolvimento do sistema nervoso central do bebê que está amamentando.

Os grãos são muito versáteis e de grande ajuda no inverno, já que você pode prepará-los em sopas, pratos secos ou fritos. Também como pasta para pão ou biscoito no lanche, como creme de grão de bico. Eles têm uma alta ingestão de proteínas e lhe darão muita energia.

No inverno, as frutas cítricas estão por toda parte, laranjas, tangerinas, toranjas, kiwis, ricos em vitamina C e antioxidantes que vão fortalecer seu sistema imunológico, além de participarem da formação de colágeno e da absorção do ferro. Também ajudam na formação dos ossos, dentes e glóbulos vermelhos, o corpo do seu bebê vai agradecer. Você pode consumi-los frescos ou como ingrediente de um prato principal, talvez isso te cause um frango com laranja.

Outras frutas presentes nesta temporada são a maçã e a banana (banana), muito saudáveis ​​pelo aporte de suas múltiplas vitaminas A, B, C e E, ferro, cálcio, magnésio, sódio e potássio. Por serem ricos em carboidratos, são uma importante fonte de energia para sua atividade diária. A uva é uma boa opção de lanche, tem baixo teor de gordura e alto teor de ferro, potássio, vitaminas A, K e B1 que fortalecem os ossos.

A pinha também é inverno e, com sua contribuição de cálcio, potássio, ferro e vitaminas B e C, contribui para a manutenção da saúde do sistema ósseo, além de ajudar na hidratação devido ao seu alto teor de água.

Não nos esqueçamos das sementes e nozes, todas fornecem muito cálcio, vitaminas e minerais, que te ajudarão a manter o corpo saudável, sem diminuir as reservas durante a amamentação. Além de adicioná-los às refeições, você pode fazer leite, manteigas, óleos, barrar com eles, que o ajudarão a manter uma alimentação saudável com um cardápio variado.

É um bom momento para consumir um bom chocolate, em barra ou quente, que além de seu alto valor calórico, flavonóides e antioxidantes, te dá energia, reduz o estresse e a depressão. Prefira aqueles com alto percentual de cacau para obter maiores benefícios

Lembrar, o segredo é manter uma dieta balanceada, que lhe permite recuperar as vitaminas, minerais, proteínas e outros elementos que gasta na produção e alimentação do seu filho, para que o seu corpo tenha sempre tudo o que necessita e não tenha que retirar das suas reservas energéticas.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Comida para mamãe e bebê em amamentação no inverno, na categoria Amamentação Presencial.

Vídeo: Cabelo caindo no pós-partoamamentação: como estou tratando (Novembro 2020).