Histórias infantis

Passarinho e mãe Pajara. História para pais com filhos infelizes


Muitas vezes, os pais pensam que estamos bem e não percebem que nossos filhos se sentem mal. Estão tristes e anseiam por um pouco mais de atenção e, acima de tudo, carinho. Nesta ocasião, Marisa Alonso Santamaría apresenta-nos a história de 'Pajarito y mama Pájara', para pais com filhos que não estão felizes. E é que quanto mais cedo descobrirmos o estado emocional em que nossos filhos se encontram, mais cedo poderemos remediá-lo.

Passarinho não estava feliz. Ele não se sentia amado como os outros passarinhos e isso o fazia sofrer muito.

Ele aprendeu a voar praticamente sozinho. Ele nem conhecia Papa Bird; voou para fora do ninho. Mamá Pájara nunca esteve ao seu lado incentivando-o e acompanhando seu progresso como as outras mães faziam. Ele estava prestes a se matar em várias ocasiões sem que ela soubesse. Raramente, muito ocasionalmente, ela o abraçava ou demonstrava afeto. Se ele estava de mau humor, ele o bicaria na cabeça. Sua mãe não era como as outras.

O passarinho estava com fome e com sede, e milagrosamente sobreviveu àquele inverno alcançando o
esquelético, depenado, pálido e abatido.

Com o passar do tempo, só desenvolveu uma habilidade especial para continuar sobrevivendo: cantava melhor que qualquer pintassilgo em cem metros de distância. Ele sempre cantou e cantou tão bem que todos pensaram que Pajarito estava feliz.

Uma tarde, quando Mama Pájara chegou ao ninho, ela o encontrou vazio. Ele saiu para procurá-lo e o encontrou cantando em uma clareira na floresta; todos os animais o ouviam em êxtase ao redor. Pela primeira vez, sua mãe o ouviu com atenção. Quando Pajarito viu Mama Pájara ali, seus olhos brilharam. Sua mãe o chamou e o levou de volta ao ninho, mas tudo continuou igual; indiferença e maus-tratos sempre estiveram presentes em sua vida.

Pajarito cresceu, ficou famoso por sua bela canção, e muito de vez em quando, raramente, também mostrava carinho à Mama Pájara.

Ele sempre cantou e cantou tão bem que todos pensaram que Pajarito estava feliz.

Embora a história seja projetada para que os pais reflitam sobre como é a educação com seus filhos, também pode ser uma ferramenta para as crianças expressarem se se sentem amadas ou não pelos adultos e agirem de acordo com isso.

- Quem ensinou Pajarito a voar?

- O que a mãe de Pajarito fazia se ela estava de mau humor?

- O que havia de bom no Pajarito: correr, voar ou cantar?

- Por que Little Bird não estava feliz?

Crianças e adultos, merecemos ser felizes, mas todos nós sabemos o que é felicidade, seu verdadeiro significado? Essas quatro histórias que apresentamos irão ajudá-lo a entendê-lo melhor.

- Anny e a caixa da felicidade
As crianças precisam de muito pouco para serem felizes. Você sabe o que o protagonista desta história pediu? Algo parecido com o que aconteceu com Pajarito, alguns pais! A sorte é que Anny conseguiu e sua felicidade foi redonda.

- Lucas e sua sombra
Muitas vezes olhamos ao nosso redor para encontrar aquelas coisas que nos fazem sorrir e não percebemos que a felicidade está nos pequenos detalhes. Isso é o que Lucas descobriu e o que seu filho pode descobrir se você ler esta história para ele.

- A garrafa da felicidade
Emoções como felicidade e alegria andam de mãos dadas com a tristeza, e é apenas experimentando uma que topamos com a outra.

- Felicia e a lua
Todas as noites Felicia e suas amigas olhavam para Luna porque algo havia mudado nela. A Lua parecia triste e sem vida. Como fazê-la feliz de novo? As crianças tiveram uma ótima ideia!

Você pode ler mais artigos semelhantes a Passarinho e mãe Pajara. História para pais com filhos infelizes, na categoria Contos infantis no site.

Vídeo: Erkenci Kus 45 - Legendado em Português (Outubro 2020).