Experimentos

Descongele com sal. Experiência científica incrível com água para crianças


este Experimento científico vai surpreender crianças de todas as idades. Eu chamei 'Descongele com sal' e pode nos ajudar a apresentar a seus filhos e filhas, ou a seus alunos, conceitos mais avançados sobre os estados da água. A seguir, direi como preparar esta divertida atividade científica e ofereço a explicação científica para que você possa passá-la para as crianças.

Esta actividade pode incidir em várias faixas etárias, dependendo do fim que se pretende atingir, pode ser dirigida a: alunos do 1.º ciclo da Educação Infantil, especificamente alunos entre os 2 e 3 anos e meio aproximadamente, alunos do Ensino Básico e Secundário .

Materiais:

  • Balde de gelo de silicone
  • Água
  • Corante alimentar azul
  • Peixe de feltro
  • Pompons
  • Conta-gotas
  • Sal
  • Bandeja ou recipiente grande

Para tornar esta atividade mais atrativa para as crianças, podemos contar-lhes uma pequena história. Diga a eles que os peixes e pompons ficaram presos no gelo e devem ser salvos. Quão? Com um pouco de água salgada!

Vamos ver, em primeiro lugar, como podemos preparar esta atividade passo a passo:

1. Encha o balde de gelo de silicone com água. Lembre-se de não preencher completamente todos os buracos. Portanto, recomendo o enchimento com a ajuda de um conta-gotas.

2. Em seguida, adicione as lacunas o peixe de feltro e pompons. Se você não pode comprar peixes de feltro, pode sempre fazê-los você mesmo, desenhando sua silhueta em um pedaço de feltro e recortando-o.

3. Agora você tem que colocar uma gota (ou menos) de corante alimentar para algumas das lacunas.

4. Deixe o balde de gelo no freezer por cerca de 12-24 horas.

5. Após este tempo, retire os cubos de gelo e coloque-os sobre uma superfície como uma bandeja ou algum tipo de recipiente, mas com profundidade suficiente para armazenar a água que está descongelando.

6. Com a ajuda de um conta-gotas, coloque algumas gotas de água misturada com sal. Veremos como cada bloco de gelo começa a se desfazer e assim podemos resgatar os peixes congelados e os pompons.

Este experimento vai surpreender as crianças e a primeira coisa que elas vão querer saber é ... E por que isso está acontecendo? Aqui está a explicação científica por trás desse experimento para que você possa contá-lo a seus filhos ou alunos. Observe sua idade e compreensão para adapte a explicação ao seu nível.

O gelo se forma quando a água atinge zero graus (Celsius), mas se o gelo for borrifado com água, começará a se dissolver, e quando isso ocorrer (passando de sólido para líquido) a temperatura cairá consecutivamente.

O sal é composto de sódio e cloro (NaCl) e é chamado de cloreto de sódio. Este sal dissolve diretamente o gelo.

O gelo não derrete, o que derrete é a dissolução da água e do sal. O sal por si só nunca abaixaria o ponto de congelamento da água, que permanecerá abaixo de 0ºC, mas a mistura de sal e água forma uma solução onde o ponto de congelamento não está mais em zero grau, mas em um temperatura mais baixa.

O sal pode derreter gelo porque a adição que ele contém o torna abaixe o ponto de congelamento da água. Já a água líquida e a água gelada têm um equilíbrio molecular, e o sal o quebra, baixando sua temperatura, evitando que a taxa de congelamento da água seja menor.

Dependendo da finalidade para a qual esta atividade é programada, ela pode ser direcionada a alunos dos seguintes níveis de escolaridade:

- Educação Infantil de primeiro e segundo ciclos (0-6 anos)
Pode ser realizado para atrair a curiosidade, o espanto e a surpresa dos mais pequenos.

É uma atividade que combina perfeitamente o visual e o sensorial para estimular e desenvolver os sentidos, através da qual poderá brincar com novas texturas e temperaturas.

Além disso, se se apresentar como algo atraente, no qual devem resgatar (no caso peixes e pompons) blocos de gelo derretidos, eles se concentrarão ainda mais na atividade e o sucesso será total.

- Educação primária, todos os ciclos (6-12 anos)
Dentro desta fase podemos desenvolver esta atividade para explicar de uma forma mais visual a transição do sólido para o líquido.

E no segundo e terceiro ciclos do ensino básico, podemos aproveitar esta experiência para os iniciar nos passos que devem ser dados na realização de uma experiência (hipótese, procedimento, conclusões ...).

- Ensino médio, todos os ciclos (12-16 anos)
No primeiro ciclo pode ser desenvolvido com a mesma finalidade que nos ciclos anteriores do Ensino Básico. E uma vez que eles iniciam o segundo ciclo, ele pode ser usado em disciplinas como química para aprender sobre diferentes elementos e suas reações.

Uma atividade simples para todos os níveis de escolaridade que não deixará seus filhos indiferentes e que surpreenderá também os adultos.

Vídeo: 19 IDEIAS INCRÍVEIS PARA FAZER EM CASA. EXPERIMENTOS CIENTÍFICOS (Outubro 2020).